Laser Alexandrite e laser Diodo @ O que é? A minha experiência

Ao longo dos 3 anos passados fiz 5 sessões de laser Alexadrite às pernas. À 1 ano decidi experimentar o laser Diodo nas virilhas, axilas e zona abdominal.
Vamos saber um pouco mais destes dois tipo de depilação:

Laser Alexandrite

A depilação a laser Alexandrite é utilizada desde 1997, e um dos tipos mais usados de tecnologia laser no campo da medicina, nomeadamente para tratar veias visíveis e veias interiores.

  • Como funciona? 

A depilação a laser Alexandrite emite um feixe de luz através da superfície da pele para a área de tratamento desejada. O laser é convertido em energia térmica, com o objectivo de dissolver as células da pele ou o folículo piloso indesejado.
Após a sessão, deve aplicar creme calmante/hidratante/regenerador durante 3 a 4 dias, assim como protetor solar de fator 50+ se a área estiver exposta;
Evitar fontes de calor nas 24h seguintes (água quente, sauna, atividade física intensa, roupa apertada);
O método de corte do pêlo deve ser o único utilizado entre sessões, se necessário.



Laser Diodo

O laser díodo é uma luz pura, que emite uma energia que é absorvida pelo pêlo, que, por sua vez, transmite essa energia para as células responsáveis pelo seu crescimento, impedindo que voltem a reproduzir-se. Engane-se se pensa que este sistema poderá queimar ou prejudicar a sua pele, pois os equipamentos para depilação a laser díodo incorporam um novo sistema de refrigeração que protege a epiderme durante o tratamento. 
E sim, pode mesmo dizer “adeus pêlo!”, pois esta solução faz com que o pelo seja destruído e eliminado de forma definitiva, para que nunca mais volte a crescer. No entanto, dado que só se pode tratar o pelo visível são necessárias várias sessões de depilação a laser díodo para remover definitivamente todos os pelos de uma zona.
Recuperação mais rápida.


In  @ e-konomista

A minha experiência?

O laser Alexandrite foi-me bastante dispendioso, visto que estou a realizar numa clínica médica, mas porque queria me sentir segura, pois como sabemos há muitos sítios que dizem que fazem laser e acontecem uns acidentes. Voltaria a pagar cada cêntimo que paguei, pois vi resultados logo na 1ª sessão. O laser Alexandrite é doloroso, doí, custa, e se for às pernas são 60 minutos numa marquesa deitada a sofrer. Calma, podem colocar 1h antes de cada sessão uma pomada anestesiante, a Lambdalina ;).

O laser diodo é um laser mais económico, indolor (embora sente-se umas picadas) e mais rápido, pois o disparo do laser abrange uma zona maior. Nota-se resultados na 1ª sessão, mas precisamos de pelo menos mais 3 para ficarmos satisfeitas. 

Eu escolheria o laser Alexandrite por notar os efeitos mais rápidos e num 1 ano, só precisar de retocar 1 vez ou até nenhuma. Enquanto do laser diodo precisamos de retocar pelo menos 2 vezes num ano. Mas entre ir gastar todos os meses na depilação a cera e ir gastar 2 vezes ao ano no laser diodo, escolheria esta última.

Que métodos de depilação usam? O que acham? 

Comentários

Indiorafael disse…
Ha pessoas que relatam que o alexandrite lhes conseguiu dar uma depilação duradoura em vários anos...eu já fiz 4 e estou algo céptico visto que sou algo moreno...a diodo fiz andei em certas partes sem pelo durante 6 meses mas voltam logo não deve queimar o folículo apenas retardar...ou então a clinica quer que eu ande lá mais que as 15 sessões que fiz..
Indiorafael o Alexandrite também me permitiu uma depilação duradoura, sendo que nos últimos 2 anos fiz uma sessão em cada ano, porque havia uma zona ou outra que tinha mais pêlos. Por exemplo, agora só para o próximo ano antes do verão é que retoque ou não. O diodo, também notei que passado 6 meses, precisava mesmo de retocar. Por isso, o Alexandrite a meu ver sendo algo doloroso é algo mais eficaz.

Mensagens populares